De Acordo com dados recentes da Agência Internacional para a Prevenção da Cegueira (IAPB), cerca de 300 milhões de pessoas no mundo tem algum problema de visão. Quase 80% delas poderiam evitar a situação se tomassem alguns cuidados básicos, segue abaixo alguns destes cuidados:

  • Levar as crianças ao oftalmologista antes de completarem três anos, mesmo que elas não apresentem nenhum sintoma apresente, pois micro desvios, que não são perceptíveis para leigos, podem levar à atrofia do nervo ótico. Depois dessa idade, esse processo é irreversível;
  • Não durma com lentes de contato, mesmo que o fabricante garanta que isso é possível. Durante o sono, pode ocorrer perfuração da córnea sem que o paciente perceba;
  • Acima dos 40 anos, todas as pessoas devem fazer visitas periódicas ao oftalmologista pois depois dessa idade o organismo começa uma linha degenerativa, que inclui o tecido ocular. Nessa faixa etária, os problemas mais comuns são sinais de hipertensão arterial; diabetes; e a doença silenciosa chamada glaucoma, que é a degeneração do nervo ótico. No caso de pessoas diabéticas ou hipertensas, a recomendação é ir ao especialista a cada seis meses. Isso evitaria as consequências dessas doenças que levam à cegueira;
  • Não compre óculos pronto em farmácia, aeroportos e camelôs. Além de terem exatamente o mesmo grau para as duas lentes, o que é difícil ocorrer no dia a dia, eles não corrigem o astigmatismo. Os sintomas de que algo está errado são: sonolência, ardência nos olhos e falta de rendimento no trabalho;
  • Nunca tome sol diretamente nos olhos. Use boné e óculos com absorção ultravioleta, pois o sol diretamente nos olhos tem efeito cumulativo e provoca, entre outros problema, catarata e degeneração macular da retina;

Seguindo essas dicas e prevenindo ao máximo seus olhos você estará livre dessas doenças e seus olhos agradecem.

fonte: http://www.opticanet.com.br/