Hoje em dia, tanto os óculos de grau quanto os de sol se tornaram produtos sofisticados, tendo não apenas uma função auxiliar na saúde dos olhos como também ganharam status de objeto de luxo. A quantidade de modelos é enorme, assim como a variação de tipos de lentes e matéria prima. Algumas marcas cobram verdadeiras fortunas por seus pares, cada vez mais bonitos!

Os óculos dos anos 1900

Até a década de 20, havia vários modelos de óculos unissex. E se eles serviam tanto para homens e mulheres, não havia muito o que escolher… Rostos redondos e quadrados, olhos afastados ou mais juntos, todos tinham de se adaptar aos óculos.

Essa foi a época dos famosos pince-nez O nome, do francês, significa algo como “pinçar”, “apertar” o nariz. De fato, ele não tinha hastes, sendo encaixado no nariz desconfortavelmente.

Pouco depois os óculos mais parecidos como os que conhecemos hoje em dia começaram a aparecer. As lentes (sempre redondas) sustentadas por hastes que se encaixavam na orelha rapidamente ganharam a simpatia das pessoas, já que eram um pouco mais fáceis e confortáveis de se usar.

oculos 1900

Os anos 30

Os primeiros óculos Ray Ban já feitos foram inventados a pedido dos pilotos de aeronaves da Força Aérea Americana, que reclamavam de enxaquecas causadas pelo excesso de luz solar enquanto trabalhavam. Nessa época houve então a criação de lentes escuras que protegessem os olhos do sol e também banissem os raios solares.

A ideia era tão genial que, após alguns anos de grande sucesso, o produto foi lançado para o público em geral, virando moda rapidamente.

decada de 30

Os óculos da décadas de 50 e 60

Durante esse período, os óculos começaram a seguir as tendências de moda. As armações ficaram mais delicadas e femininas e a grande sensação eram as que combinavam metal e plástico no mesmo produto.

Foi também nessa época que os óculos no estilo cat eye conquistaram definitivamente as mulheres ao redor do mundo graças à sua popularização no cinema.

decada de 50 e 602

Óculos de 60 e 70

Os óculos tinham armações geométricas e quase sempre com forte apelo futurístico em preto e branco. O estilo conhecido como bug eye trazia lentes enormes e virou moda rapidamente.

Em contrapartida, as armações da geração seguinte eram mais leves, embora fossem também grandes. E as cores tomaram conta de vez dos óculos que passaram a ser fabricados seguindo a linha hippie que tomava conta da juventude da época.

decada de 70

decada de 70 hippie

Os óculos dos anos 80

A década de 80 trouxe uma moda carregada: cabelos e maquiagem pesados e roupas que mesclavam densidades de tecidos e acessórios fizeram dessa década uma das mais “exageradas” de todos os tempos. Os óculos escuros passaram a ser usados o tempo todo, mesmo em locais com pouca iluminação solar e representavam muito estilo.

As tendências anteriores se juntaram, e tornou-se comum ver armações de cores infinitas, feitas com todos os tipos de materiais e com os mais diversos formatos. Os wrap arounds ­– modelo que contornava e se encaixava no rosto – virou febre e se estendeu até meados dos anos 90.

decada de 80

A primeira década de 2000

Com a chegada do novo século, centenas de novos fabricantes começaram a apostar cada um em sua própria vertente, produzindo não apenas óculos de grau como também óculos de sol com características próprias e modernas. Chegamos a uma época em que, basicamente, quem define seu estilo na hora de vestir, comprar e usar óculos é você.

decada de 2000