Visita periódica ao oftalmologista auxilia na prevenção

Se você tem diabetes e nota que está com alguma dificuldade para ler, sente dor nos olhos e se você sente alguma tontura em determinados momentos do dia, procure um oftalmologista urgente. A alta concentração de glicose no sangue é capaz de afetar seriamente os vasos sanguíneos do corpo, incluindo dos olhos, que são finos.

Dia 14 de novembro é o Dia Mundial do Combate ao Diabetes. No mundo, 415 milhões de pessoas possuem a doença, sendo 14 milhões no Brasil, de acordo com dados da Organização Mundial da Saúde e do Ministério da Saúde.

As pessoas que têm diabetes apresentam um risco de perder a visão 25 vezes maior do que as demais, de acordo com a Sociedade Brasileira de Diabetes.

Por isso, os cuidados do paciente diabético relacionados à visão devem ser redobrados, com visitas no mínimo anuais ao oftalmologista. No exame de consultório, é checado os vasos do fundo do olho e a retina. Com a alteração dos vasos, a probabilidade de hemorragias intraoculares aumenta muito, alertam os Oftalmologistas, que já identificaram diabetes em pacientes que não tinham conhecimento de que eram portadores da doença em uma consulta de rotina.

Uma das doenças oculares mais comuns relacionadas ao diabetes é a retinopatia diabética, capaz de levar à cegueira total.  De acordo com a Organização Mundial de Saúde, ela atinge 75% das pessoas que têm diabetes há mais de 20 anos.

A retina é a região do olho responsável pela formação das imagens enviadas ao cérebro, com a alteração dela a visão fica comprometida. Quando o diabetes não está controlado, a hiperglicemia desencadeia várias alterações no organismo que, entre outros danos, levam à disfunção dos vasos sanguíneos anômalos da retina. A alteração na circulação sanguínea nos vasos sanguíneos dos olhos também penaliza os nervos oculares, trazendo graves consequências à visão, trazendo uma baixa visão súbita. As hemorragias podem causar o deslocamento da retina.  E as alterações na retina são irreversíveis. Pouca gente sabe, mas os conservantes dos alimentos têm tanto ou mais açucares do que o próprio alimento. Os exercícios físicos também ajudam muito no controle do diabetes.

O descontrole da glicemia pode ainda agravar casos de catarata, alterar o grau refrativo e até mesmo causar glaucoma. Como o diabetes pode também ser genético, é interessante se informar sobre casos na família.