Sua ótica em Cuiabá especializada em óculos de grau, sol, lentes e armações.

Email

contato@prootica.com.br

Se você chegou a este artigo é provável que esteja familiarizado ou que pelo menos tenha ouvido falar no estranho sintoma de perda da visão em apenas um dos olhos — sinal característico de uma rara doença chamada enxaqueca ocular.

Apenas 1 a cada 200 pacientes que sofrem de enxaqueca comum sentem os sintomas da enxaqueca ocular. E ainda que de origem neurológica, o oftalmologista possui importante papel no momento do seu diagnóstico.

Diagnóstico e Tratamento

Por ser um distúrbio ocular raro, não é tão difícil que os pacientes iniciem o tratamento neurológico e passem no oftalmologista apenas quando acometidos de outros possíveis sintomas, tais como: sensibilidade a luz e ao som ambiente, enjoo, mal estar, dores de cabeçamanchas escuras, flashes luminosos.

O mais comum dos sintomas e tido como característico da doença, como já mencionado, é a perda parcial ou total da visão de um dos olhos, que costuma perdurar por período inferior a trinta minutos.

Como tratamento da doença geralmente são indicados os mesmos medicamentos utilizados para a enxaqueca comum, como aspirinas e antidepressivos. Sendo importante destacar que, além do tratamento neurológico, é essencial o acompanhamento com o oftalmologista, que cuidará da sua saúde ocular.

Como prevenir crises de enxaqueca oftálmica?

Ainda que não se prolongue por muito tempo — uma vez que a sensação dura bem menos que as 72 horas da enxaqueca comum —, os sintomas da enxaqueca ocular geram bastante incômodo, além de limitarem a rotina do paciente.

Veja, a seguir, algumas dicas para contornar a crise. 

Cuidados com a alimentação

Queijos envelhecidos e vinho tinto acabam sendo gatilhos para todos os tipos de enxaqueca e, portanto, devem ser evitados, caso o problema seja identificado. A regra é igual para os chocólatras e os amantes do café.

Pra quem esta reduzindo o açúcar da dieta: não exagere no uso de adoçantes artificiais.

Crie o hábito de comer bem, caprichando nas verduras e legumes.

Evite o jejum prolongado 

O jejum prolongado costuma desencadear crises de enxaqueca ocular, além de causar um desconforto para o seu corpo como um todo. Por isso, mantenha uma alimentação balanceada, respeitando os intervalos sugeridos pelo seu nutricionista. 

Cuidado com insônia e estresse

Um sono regular e de qualidade também é um dos cuidados que o paciente deve ter em mente na prevenção de crises de enxaqueca. 

Ainda, evite dormir menos ou mais do que o seu corpo precisa. As duas situações podem ser fatores de risco para a enxaqueca.

Controle o estresse

Que o estresse faz muito mal à saúde, todos sabem. Não seria diferente com os globos oculares que também reagem aos estímulos provocados por emoções diversas. 

Caso sua rotina seja naturalmente de muito estresse, busque a prática de atividades que promovam o equilíbrio em sua qualidade de vida. 

Além de preservar boas horas de sono, dedique tempo a momentos de lazer e de cuidado com o corpo e mente, com a inclusão de uma atividade física de sua preferência em seu dia a dia.

Sintomas da enxaqueca oftálmica

E o que fazer no momento em que está sentindo os sintomas da enxaqueca ocular? 

Os sintomas não perduram por muito tempo e a principal atitude que você deve tomar ao senti-los é o repouso da vista. 

Assim, podemos concluir que o tratamento em si consiste na mudança de hábitos e acompanhamento médico multiprofissional, com oftalmologista e neurologista. 

fonte: vivaoftalmologia