O sino-malásio Jimmy Choo, filho de um sapateiro que lhe ensinou seu ofício, fez história produzindo sapatos sob encomenda para uma pequena clientela em seu ateliê no East End, em Londres. Fazia à mão lindos sapatos forrados com tecidos acetinados. O discreto artesão tinha uma cliente ilustre: a princesa Diana. Para ela, fazia sob medida peças preciosas que combinavam impecavelmente com suas roupas. Uma das mais famosas admiradoras de seu trabalho foi a rainha Margareth II, da Dinamarca, além é claro da princesa Diana.

Em 1996, o artesão foi definitivamente descoberto pela editora de acessórios da revista Vogue britânica, Tamara Mellon (filha da modelo Anne Davies, que foi o rosto do perfume Chanel n°5 nos anos 60), que comprou metade do negócio de Choo por ₤150 mil. O que parecia apenas um gesto de vaidade virou um império. Abriu uma fábrica e um escritório na Itália para produzir os sapatos, e apresentou seus trabalhos para os principais jornalistas de moda da Europa e dos Estados Unidos. Sucesso imediato.

Em dez anos, Tamara transformou a marca JIMMY CHOO em ícone mundial de luxo. A consagração do sucesso veio com a abertura da primeira loja americana, em Hollywood, e a chegada da jovem Sandra Choi, atual designer da marca e ex-assistente de Choo.

O sucesso no mercado americano levou a inauguração de outras lojas em Nova York, Las Vegas e Los Angeles. Depois, desembarcou em Madri, Tóquio, Bangkok e Dubai.

O segredo para manter o luxo e a exclusividade dos sapatos JIMMY CHOO está na distribuição limitada dos calçados aos pontos de venda selecionados e na escolha das localizações mais exclusivas do mundo para abrir suas lojas próprias, ao lado de grandes nomes da moda como Dior, Armani e Prada. A JIMMY CHOO atualmente é conhecida internacionalmente como a marca de acessórios preferida de estilistas, celebridades e mulheres cosmopolitas que seguem a moda. Os sapatos, as bolsas e os pequenos artigos de couro são inovadores e exclusivos, mas mantêm a elegância clássica, a beleza e a sensualidade das quais o nome JIMMY CHOO é sinônimo.

Os óculos tem os mesmos critérios dos sapatos e dos outros acessórios. Além da exclusividade a qualidade dos produtos diferenciados, outro fator que torna a marca objeto de desejo está na distribuição dos óculos assim como acontece com os outros acessórios. São lojas com perfil diferenciado para atender as exigências de Jimmy Choo. Por isso está ao lado de grandes marcas como Dior, Armani e Prada. Então se você que estar na moda e ter exclusividade, use um óculos Jimmy Choo.