O pai da menina contou que os problemas começaram quando ela tinha 2 anos, após ele deixá-la brincar com o aparelho enquanto trabalhava.

Uma menina de 4 anos foi submetida a uma cirurgia nos olhos devido ao tempo excessivo usando o celular e eletrônicos como tablets. O caso aconteceu na Tailândia.

Segundo o pai da menina, Dachar Chuayduang, os problemas começaram quando ela tinha 2 anos, após ele deixar a filha brincar com o celular enquanto ele trabalhava. A princípio, a criança precisou usar óculos, depois o promeblma ficou mais grave e ela preciso passar pela cirurgia porque corria o risco de perder a visão.

Dachar contou que a cirurgia ocorreu bem e a menina recuperou a saúde dos olhos e fez um alerta para outros pais: “Olhar para uma tela para crianças é um estimulante, que afeta diretamente os olhos, o humor e a concentração”, afirmou ele.

Estudos

O caso reascendeu o debate sobre o tempo em que crianças passam em frente a telas de produtos eletrônicos.

Muitos pais como Dachar acabam optando pelo uso de eletrônicos na hora de distrair as crianças, seja para trabalhar ou para facilitar atividades do dia a dia, como dar comida, por exemplo.

segundo estudos, o tempo considerado “aceitável” em tela varia de acordo com a idade de cada um. De 3 a 7 anos, o ideal é de meia a 1 hora por dia. Quando a criança tiver de 7 a 12 anos, o recomendado é 1 hora por dia. Dos 12 aos 15 anos, o ideal é 1 hora e meia por dia. E quando o adolescente tiver mais de 16 anos, o recomendável é não passar de 2 horas por dia.

Além disso um Um estudo canadense publicado no início deste ano apontou que crianças pequenas que passam muito tempo usando celulares, tablets e outras telas podem ter atrasos no desenvolvimento de linguagem e sociabilidade.

Outro problemas com o uso excessivo de celular, tablets e computadores que a criança pode vir desenvolver é miopia, cefaleia na infância dores de cabeça e dores tensional nas têmporas e pescoço.