Sua ótica em Cuiabá especializada em óculos de grau, sol, lentes e armações.

Email

contato@prootica.com.br

Especialista alerta para a importância dos cuidados com a saúde dos olhos  
O verão é um momento muito esperado pelos amantes de calor, praia e piscina. É normal que os cuidados com hidratação e exposição ao sol sejam tomados, mas a saúde dos olhos também requer atenção. 


Após banho de mar ou piscina, os olhos costumam ficar irritados e vermelhos. Isso porque a água não é limpa e pode conter diversas bactérias, agentes químicos, sais minerais e microrganismos que podem causar inflamações.  
Para evitar a contaminação desses agentes, abrir os olhos em baixo d’água não é aconselhado. Isso porque expor os olhos à água causa remoção do filme lacrimal, camada que protege a córnea e trabalha como defesa dos olhos. Sem essa proteção, os olhos ficam mais vulneráveis e mais suscetíveis ao contágio de doenças. A água das piscinas costuma conter grande quantidade de cloro e as vezes pode ter resíduos de terra, areia e até mesmo urina. 


O uso de óculos de mergulho pode ajudar na proteção dos olhos, apesar de não garantirem 100% de segurança. Já após aproveitar o banho, colírios lubrificantes ajudam a amenizar a sensação de ardência, visão embaçada e de areia nos olhos. Eles ajudam a eliminar o resíduo de água dos olhos e na reconstrução do filme lacrimal, quando utilizados cerca de 3 vezes no intervalo de hora em hora, alerta o oftalmologista da Clínica Visão, Roberto Magno Nunes. 


Além do colírio, o oftalmologista indica a compressa de camomila gelada. “Não tem nenhum fator agressivo para o olho, porque é calmante e alivia o desconforto”. 


Usuários de lente de contato devem ter cuidado em dobro. Isso porque além dos componentes citados, a água ainda pode conter uma ameba que pode ser absorvida pela lente, prejudicando os olhos e podendo provocar úlcera de córnea, que pode resultar em perda da visão. Por isso, o indicado é não utilizar a lente durante o mergulho. Como o usuário precisa enxergar, o ideal é não abrir os olhos embaixo d?água ou ter a proteção dos óculos, avalia Nunes. 

Mas fique atento: apesar das indicações que podem aliviar o incômodo, o ideal é procurar um médico no dia em que a irritação começou. 

fonte: Usina de Notícias